Quem sou eu?

Hoje minha vaidade cresceu de posto, não me preocupo tanto com os anos que se passaram, nem com o peso extra ganho (na verdade vários quilos) , pois não preciso disputar um peito mais lindo nem uma forma exuberante,”porque EU sou exuberante.” Hoje encho mais o coração do próximo do que seus olhos. Que vida maravilhosamente rica eu tive e tenho. Cheia de lutas, limitações vencidas, metamorfose constante. Ontem eu me achava borboleta, que bobagem... Era uma simples lagarta. Hoje sim sou uma borboleta em pleno voo, sabe , aquelas enormes coloridas, incapazes de passar desapercebidas. Perguntei-me por muito tempo porque uma descoberta tão tardia de si própria. Hoje sei a resposta... Amo ao DEUS que mora dentro do meu próximo e faço tudo que está ao meu alcance para que glorifique a SUA Unidade , prestando o mandamento maior que é imposto na sua lei “AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS”...Então, hoje estou amando cada vez que dou tudo de mim pelo próximo engrandeço a obra maior do meu DEUS...

Vaidade? Tenho. (de ser tão pequena aos olhos dos homens e tão importante aos olhos de DEUS)

Coragem? Muita.(não temo me desnudar a alma de forma humana, e mostrar que nunca se é tão pouco que não se possa dar, nem tanto que não precise receber)

Sabedoria? Um pouquinho em doses homeopáticas (porque todos os dias aprendo novas facetas da vida)

Sensualidade? Conservo (quando alargo o sorriso, mediante o perigo, quando mostro que entre dois seios bate um coração cheio de amor fraterno e comprometidamente descompromissado)

Guerreira? ATÉ MORRER. (porque em cada luta ganha a glória a experiência obtida, em cada derrota a certeza de que devo dar a recuada estratégica e investir com carga máxima rumo ao alto e em frente...

Esta é Marilda Amaral, uma gaúcha de 59 anos, mãe de dois filhos, casada com a responsabilidade e a grandeza de viver.

http://cantoverso.blogspot.com/2011/11/um-poeta-surfando.html


sábado, 31 de março de 2012

VOCÊ..........................

     Você povoa meus sonhos mais profundos,
Aqueles que escandalizam minhas intenções,
Transformam-se em vapor de anseios
E meus braços não ousam abraçar, nem quando a janela da fantasia
Abre-se clareando o aposento das ilusões.
Aqui estou eu inerte, com as mãos erguidas,
Na direção dos meus sonhos.
[Marilda Amaral]

CUIDADO...


Rompi  vários tabus da minha época,
Transformei-me em contradição para muitos,
Quando me dei  o valor devido,
Quando  cri na minha capacidade de superação
No momento  que tive fé na minha própria capacidade de ser alguém no mundo.
Para uns sou uma velha ridícula que disputa vaga com a juventude,
Para outros, motivo de orgulho, para mim  sou apenas EU...
Com grandes defeitos, inúmeras virtudes.
Eu creio que o homem tem uma boca e dois ouvidos porque deve ouvir mais e falar somente o necessário para ser e fazer o próximo mais feliz.
Então cuidado quando falar mal de mim, essa ai pode ser sua foto no ver de muitos.
[MARILDA AMARAL]

2010

23º ANJO



Teus lindos olhos com um ar do oriente,
Dizem-me coisas do mundo dos anjos...
Vigésimo   terceiro anjo da legião celestial,
Deus escolhe o seio especial para suprir o peculiar.
E você surpreende,  pois  você tem um pacto contínuo
Com a pureza etérea, que se mescla sem medo as coisas frias da terra,
Dando toda ingenuidade angelical ao ser humano.
Tua síndrome é o indicio do 23º anjo .
[MARILDA AMARAL]

23º ANJO

ALGUÉM NA PORTA...

Alguém bateu à porta,
Sem querer mandei que entrasse,
Pois tinha certeza de que de mim
Alguém precisava,
Enganei-me, pois quem batia era teu coração,
Com uma mensagem urgente da tua vontade,
Ela me dizia que teu coração estava totalmente preenchido,
Pela felicidade de quem ama...
Mal sabia eu que ele amava tanto alguém que não era eu.
No passado eu esbravejaria...
Hoje eu apenas transformo dor em poema.
[Marilda Amaral]

apatia...


À chibata da apatia
Rasga a carne da conseqüente questão,
Entra na sala pomposa da poesia astuta
Ou repousa na varanda triste da filosofia densa.
Mãos hábeis cingem letras ordenadas em papel seda.
Delírios tomam forma
Onde o amor faz de conta que vive livre e a paixão cativa de mentes aturdidas.
Um mundo de vácuo breu
Separa um menestrel
De sábia fêmea
De capciosa imaginação
De amor, o coração farto e  de maldade  a alma curta.
[Marilda Amaral]

domingo, 18 de março de 2012



Caminho vagarosamente
Sobre as areias incandescentes
Do teu deserto meu beduíno...
Afinal  itinerante é minha alma
Que contrabalança tanta fúria nômade.
Aprendi a reconhecer a tempestade que se aproxima,
Ou a calmaria que se implanta.
Hoje respeito às odaliscas que enfeitam teu harém,
Pois sei o quanto vale minha presença,
Vale os contos   de mil e uma noites.
Na presença de meus poemas.
[Marilda Amaral]



sábado, 17 de março de 2012



A lua grávida
Ilumina a árvore estéril que absorve
Minha melodia entorpecida.
Quem sabe a vida flua
E a beleza surja...
[Marilda Amaral]

17 de março




Nasceu um anjo
Com alma de guerreiro
Forjado no forno educação
E concebido pelo mundo sob o signo do bem.
Hoje dia 17 de março nasceu a alguns anos um ser ,que sabe
No melhor da essência da palavra o que significa ser um amigo de verdade.
Marilda Amaral


Vou ler teus poemas,
Vou crer em tuas juras...
Esquecer as duras penas que vives:
Em ver tristeza na minha chegada
E alivio em minha partida...
[Marilda Amaral]

Eu

quinta-feira, 1 de março de 2012

FLORES...



Descobri que a  flor
É um entreposto onde os homens
Negociam  a generosidade
Das mulheres...
E as mulheres o poder de barganha
Dos homens.
[Marilda Amaral]